COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Timor-Leste acolhe 1ª reunião de responsáveis de serviços prisionais da CPLP

Timor-Leste acolhe na segunda e terça-feira a 1.ª Reunião do Conselho dos Diretores dos Serviços Prisionais da CPLP, encontro que terá como tema "sistemas prisionais, reinserção social e direitos humanos".


O encontro dá cumprimento ao deliberado na XIV Conferência dos Ministros da Justiça dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CMJPLOP), que decorreu em Díli, nos dias 22 e 23 de junho de 2015, e ao programa da presidência timorense da CPLP, que termina em julho.

O ministro da Justiça timorense e anfitrião do encontro, Ivo Valente, abre os trabalhos, a maioria dos quais à porta fechada.

Segundo informou à Lusa o Ministério da Justiça timorense, o encontro reúne os mais altos quadros da administração prisional e penitenciária dos estados membros da CPLP.

O encontro, que começa às 09:00 de segunda-feira (hora local, 01:00 em Lisboa) procurará delinear a Carta Geral de Princípios para os Sistemas Prisionais e de Reinserção Social no espaço da CPLP.

As conclusões do encontro deverão ser dadas a conhecer numa declaração final escrita.

Já confirmadas estão as presenças do diretor-geral dos Serviços Prisionais do Ministério do Interior de Angola, da diretora de Políticas Penitenciárias do Ministério da Justiça do Brasil e da diretora-geral de Gestão Prisional e Reintegração Social do Ministério da Justiça de Cabo Verde.

Participam ainda o diretor-geral dos Serviços Prisionais do Ministério da Justiça da Guiné-Bissau, o seu congénere do Serviço Nacional Penitenciário do Ministério da Justiça de Moçambique e o diretor-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais do Ministério da Justiça de Portugal.

Finalmente o encontro contará com as presenças do diretor-geral dos Serviços Prisionais de São Tomé e Príncipe e do diretor nacional dos Serviços Prisionais e de Reinserção Social do Ministério da Justiça de Timor-Leste.
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário