COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

terça-feira, 29 de março de 2016

Coimbra, vai colaborar com a G-Bissau para promover o artesanato guineense

O CEARTE e o Governo da Guiné-Bissau acabaram de formalizar um protocolo de cooperação para promover o artesanato deste país, de modo a "obter o rápido crescimento do sector", tornando-o "alavanca do crescimento socioeconómico, cultural e do combate ao desemprego", anunciou hoje aquele centro de formação.


O acordo de cooperação, que se integra na promoção da "concretização do plano estratégico operacional" guineense Terra Ranka, foi assinado por Malam Jaura, ministro do Turismo e do Artesanato da Guiné-Bissau.

Para obter o apoio técnico pretendido, o governante guineense "encontrou no CEARTE a entidade parceira mais adequada, dada a sua missão", sustentam os responsáveis deste estabelecimento.

O CEARTE promove a "formação profissional e certificação de competências à população em geral, e em particular aos artesãos", e apoia "a inovação e modernização do sector das artes e ofícios".

O protocolo estabelecido entre o centro de formação português e o Governo da Guiné-Bissau prevê "a intervenção do CEARTE em diversas áreas, designadamente na definição de estratégias, planos e projectos de desenvolvimento do artesanato para o crescimento socioeconómico da Guiné-Bissau".

O CEARTE também dará formação e acompanhará a "equipa técnica responsável pela implementação dos programas e projectos", apoiará a "transferência de metodologias, modelos de referência e instrumentos de trabalho aplicáveis" e o "desenvolvimento de programas e recursos para fortalecer o processo de ensino e aprendizagem".

No âmbito do mesmo acordo, o CEARTE também cooperará para o desenvolvimento de "programas de apoio ao empreendedorismo e à competitividade das empresas, através da formação e apoio técnico e, ainda, na promoção e inovação empresarial e na transferência de metodologias de formação e inovação tecnológica".
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário