COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Português denuncia casos de crianças escravizadas

Um livro sobre crianças escravizadas vai ser lançado em Lisboa no próximo dia 1 de outubro. A sessão de lançamento da obra terá lugar no Fórum da FNAC Chiado, pelas 18h00, e contará com a presença de Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República. A apresentação do livro estará a cargo de Fernando Alves, jornalista, informa a FNAC, responsável pela distribuição da obra.


Com o título «Talibes – Modern Day Slaves» (Talibés – Escravos dos Tempos Modernos, em português) a obra é da autoria de Mário Cruz, fotojornalista português galardoado este ano pelo World Press Photo, na categoria `Assuntos Contemporâneos´, e vencedor do prémio `Picture of the Year International 2016´ e `Prémio Estação Imagem´.

Editado pela FotoEvidence, «Talibes» documenta e alerta para as falsas escolas corânicas no Senegal, onde mais de 50 mil crianças são escravizadas, torturadas e abusadas. Segundo a reportagem do jornalista de 28 anos, muitas delas são traficadas a partir de países limítrofes ao Senegal como é o caso da Guiné-Bissau.

O fotojornalista da agência Lusa deparou-se com este drama em 2009, durante uma reportagem na Guiné-Bissau, onde ouviu falar de crianças levadas para o Senegal para serem escravizadas por líderes religiosos. Fez uma investigação durante seis meses e tirou uma licença sem vencimento para, durante cerca de dois meses, investigar o que estava a ocorrer no Senegal e na Guiné-Bissau.

Em maio deste ano, lançou uma iniciativa de ´crowdfunding´, na sequência do desafio lançado pela FotoEvidence, uma organização que premeia e cria publicações de reportagens sobre violações dos direitos humanos.

O trabalho das crianças talibés tem sido difundido em várias publicações mundiais e a sua denúncia já levou ao resgate de vários menores. «Talibes – Modern Day Slaves», em edição quadrilingue (português, inglês, francês e árabe), estará disponível nas 23 lojas da FNAC no país. A exposição da fotorreportagem está em itinerância pela Guiné-Bissau, com apoio de entidades locais e ONG.


(Obs:  O presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, vai estar presente na sessão de lançamento do livro do fotojornalista Mário Cruz)






Sem comentários:

Publicar um comentário