COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

domingo, 18 de setembro de 2016

A caminho da ONU...

José Mário Vaz vai participar na Assembleia-geral da ONU, onde irá proferir um discurso já no próximo dia 21 deste mês sobre a crise política prevalecente no país há mais de um ano.


Na bagagem, o Presidente da República leva seis pontos do acordo alcançado sob égide da CEDEAO para a saída da crise política guineense, que bloqueou o Parlamento.

Promete fazer uma retrospetiva sobre a crise e o estado de saúde do país.

O Chefe de Estado guineense encorajou as partes políticas desavindas para tentarem ultrapassar as divergências, facilitando assim a sua tomada de decisão final, logo após o seu regresso de Nova Iorque.

No terreno, a situação é caracterizada por intensas movimentações políticas, sobretudo, dos dois maiores partidos no Parlamento.

O PAIGC e o PRS, reunindo os seus órgãos superiores de decisão política, já reafirmaram o seu compromisso em relação ao acordo e recomendaram às direções dos respetivos partidos um diálogo sério com vista a formação do governo inclusivo.



Sem comentários:

Publicar um comentário