COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Reconciliação na crise, ou o balanço da mesma ?

Segundo a fonte, José Mário Vaz reúne-se com as direções do Partido da Renovação Social (PRS), que lidera a oposição, do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), no Governo, do Parlamento e com os representantes dos 15 deputados expulsos do hemiciclo.


O chefe de Estado guineense também deve receber no mesmo dia os elementos representativos da sociedade civil.

Naquela que será a quarta tentativa de aproximar as partes desavindas, José Mário Vaz pretende encontrar uma solução negociada para acabar com a crise política que afeta a Guiné-Bissau desde finais de dezembro.

Das três vezes que José Mário Vaz tentou conciliar as partes, as reuniões terminaram de forma inconclusiva, com o PAIGC a alegar não fazer sentido sentar-se à mesma mesa com os representantes dos 15 ex-deputados.

Fonte do PAIGC disse à Lusa que o partido vai tomar parte nas negociações no Palácio da Presidência depois de ver satisfeita a sua exigência de o encontro ser feito sem a presença dos 15 deputados expulsos do Parlamento ou de forma separada.
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário