COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Agentes da Polícia de Ordem Pública detidos sob mandado do MP

Dois agentes da Polícia de Ordem Pública (POP) foram detidos há dois dias por alegado envolvimento num episódio de burla qualificada.


Fontes policiais indicam que os agentes, em conluio com alguns civis também detidos, iludiram um emigrante guineense considerado traficante, fingindo que tinham droga para comercializar, mas o que tinham era um falso estupefaciente.

O suposto traficante foi ao encontro de um dos civis, com mais de 20 mil euros, que fingiu estar na posse da substância. Naquela altura apareceram os dois agentes policiais envolvidos na cilada, fingindo tratar-se de uma operação disfarçada e oficial.

Consequentemente, terão furtado o dinheiro e espancado o emigrante, que foi conduzido ao Hospital Nacional Simão Mendes.

O caso encontra-se na Polícia Judiciaria, sob alçada processual do Ministério Público.

A prática tem vitimizado muitos traficantes menores, sobretudo os «correios», que são enganados com pequenos pacotes de droga falsa por parte de alguns civis envolvidos na rede, e depois são alvo de severas punições por parte de agentes policiais.

Consequentemente ficam sem a suposta mercadoria e sem o dinheiro, além de serem submetidos a maus tratos e ameaças, que recebem depois para não denunciarem o caso.

Informações indicam que este caso soma-se a vários outros que não conheceram uma responsabilização judicial.

Sem comentários:

Publicar um comentário