COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

sábado, 27 de dezembro de 2014

Ajuda americana a África

Os Estados Unidos vão ajudar Sudão do Sul e Gâmbia a partir de um programa de comércio livre de impostos a partir de 1º de janeiro, de acordo com uma proclamação presidencial na terça-feira que disse que os países não conseguiram cumprir as condições, sem especificá-los.


O presidente Barack Obama acrescentou que a  Guiné-Bissau seria reintegrada num programa de comércio de 14 anos de idade, dando aos países africanos acesso isento de direitos aos mercados dos Estados Unidos, conhecida como a Lei de Crescimento e Oportunidades Africano (AGOA).

Os Estados Unidos estão pressionando por acção das Nações Unidas contra o Sudão do Sul após combates entre as forças governamentais e rebeldes, que matou mais de 10.000 pessoas.

O Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos manifestou preocupação com os movimentos de Gâmbia de bloquear o acesso a investigadores de direitos humanos da ONU e promulgar novas leis contra a homossexualidade.

Os Estados Unidos disseram em junho que também cairia Suazilândia do programa.
 

Sem comentários:

Publicar um comentário