COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Janira Hopffer Almada eleita à 1.ª volta presidente do PAICV


Janira Hopffer Almada, atual ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos de Cabo Verde foi eleita no domingo, à primeira volta, presidente do PAICV, sucedendo a José Maria Neves.


Segundo os resultados finais provisórios das eleições directas de domingo no Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, no poder desde 2001), Janira Hopffer Almada obteve 51,24% dos votos, contra 40,41% de Felisberto Vieira e 8,45% de Cristina Fontes Lima.

Os dados provisórios foram divulgados ao fim da noite de domingo na sede nacional do partido, na Cidade da Praia, pelo presidente da Comissão Nacional de Jurisdição e Fiscalização do PAICV, António Fernandes, que só adiantou as percentagens de voto dos três candidatos.

Os resultados finais oficiais, acrescentou, terão obrigatoriamente de ser publicados nas próximas 24 horas.

Cerca de 29.300 eleitores estavam inscritos para as directas, em que, pela primeira vez, se apresentaram três candidatos e, facto também inédito, duas mulheres, à sucessão de José Maria Neves, à frente do PAICV desde o Congresso de 2000.

Janira Hopffer Almada, 35 anos, natural da Cidade da Praia, chegou ao Governo há quatro anos e tornar-se-á a quarta presidente do PAICV desde 1981, depois de Aristides Pereira (1981/90), Pedro Pires (1990/2000) e José Maria Neves (desde 2000).

A consagração da também mais jovem líder de sempre do PAICV ocorrerá no congresso que o partido realizará em janeiro de 2015.

Antiga presidente da Juventude do PAICV (a JPAI), Janira Hopffer Almada subiu aos 31 anos a ministra da Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares a meio da terceira das quatro legislaturas consecutivas do partido, onde a sua ascensão tem sido meteórica.

Filha de David Hopffer Almada, um dos "notáveis" do PAICV, Janira licenciou-se em Direito na Universidade de Coimbra, onde obteve a pós-graduação em Direito das Empresas e será a natural candidata do partido à chefia do Governo, nas eleições legislativas previstas para o primeiro trimestre de 2016.

Janira Hopffer Almada derrotou Felisberto Vieira, 59 anos e líder da bancada parlamentar do PAICV e Cristina Fontes Lima, 56 e ministra de Estado e da Saúde.

Após vencer as diretas de 2013 pela quinta vez consecutiva, José Maria Neves anunciou que seria o último mandato à frente do PAICV, garantindo, porém, que se manteria como primeiro-ministro cabo-verdiano, cargo que ocupa desde 2001, até ao final da actual legislatura, que termina no primeiro trimestre de 2016.

O PAICV nasceu do "divórcio" com o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e foi criado em janeiro de 1981, na sequência do golpe de Estado de 14 de novembro de 1980 na Guiné-Bissau, que pôs termo ao sonho da unidade entre os dois países, na génese da luta de libertação das antigas colónias portuguesas em África.

Nas eleições internas, José Maria Neves foi quase sempre plebiscitado, tendo vencido naturalmente a votação nos congressos de 2003 e de 2006 e nas diretas de 2009 e 2013.

Como líder, venceu também as legislativas de 2001, 2006 e 2011, sempre com maioria absoluta no parlamento, e duas eleições presidenciais.

O PAICV, porém, nunca venceu as eleições autárquicas, que se realizam desde 1991.

Em 2016, Cabo Verde terá eleições legislativas, presidenciais e autárquicas.
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário