COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

UNICEF satisfeita com objectivos alcançados em 2014 na G-Bissau

O Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) está satisfeito com os objectivos alcançados na Guiné-Bissau durante 2014 e perspectiva melhorais nos direitos das crianças no próximo ano, declarou o representante da organização, Abubacar Sultan.


O UNICEF e o Governo guineense fizeram um balanço da concretização dos objectivos programados no âmbito do Plano de Trabalho Anual e perspectivaram novas metas e prioridades para 2015.

Ao abrigo das prioridades estabelecidas pelo Governo, o UNICEF desenvolve actividades nas áreas de saúde, nutrição, água, saneamento, higiene, VIH/Sida, educação, protecção da criança, resposta à emergência, advocacia, comunicação e informação bem como faz seguimento e avaliação dos programas.

Em termos globais, Abubacar Sultan fez um "balanço extremamente positivo" dos resultados atingidos em 2014 mesmo tendo em conta os constrangimentos surgidos ao longo do ano, com a realização de eleições gerais e todas as implicações que tiveram na vida das populações.

De acordo com Abubacar Sultan, foram alcançados avanços a nível de definições de políticas, reforço de sistemas de saúde, educação, água e saneamento, nomeadamente o fornecimento de serviços que beneficiaram de forma directa "centenas de milhares de crianças".

Houve um "avanço assinalável" ao nível da promoção dos direitos das crianças nomeadamente através do Movimento 'República di Mininus', que propôs uma agenda nacional à classe política e não só sobre as questões prementes da criança guineense, referiu o representante do UNICEF.

"De todas as áreas em que o UNICEF intervém o VIH/SIDA é aquela que nos deixa com a sensação de que muito ainda está por fazer", afirmou o representante da organização mundial de defesa das crianças que pede "um compromisso político forte" para o combate à doença.

Abubacar Sultan vê com bons olhos o ano de 2015 e anunciou "mais avanços" na defesa, protecção e melhoria das condições de vida das crianças guineenses.

"As perspectivas (para 2015) são boas. Pensamos que vamos inverter em grande medida as tendências negativas que existem em relação aos direitos da criança", destacou Sultan que diz acreditar que o país irá consolidar as instituições democráticas eleitas e realizar a conferência de doadores de onde poderá mobilizar recursos financeiros.

Capitalizar e reforçar as parcerias internas com as diversas organizações de base, são das principais metas da UNICEF em 2015, disse ainda o moçambicano Abubacar Sultan.
 
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário