COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

China elogiada por liderar guerra anti-Ebola

O ministro da Saúde da Guiné-Bissau Valentina Mendes na quinta-feira disse que a China estava na vanguarda de apoiar os esforços do país contra o vírus Ebola.


O ministro falava em Bissau durante a assinatura de um acordo com o embaixador chinês para o país Wang Hua, para uma visita de uma missão médica chinesa para sensibilizar o público sobre o vírus Ebola.

O diplomata chinês reiterou o compromisso de seu país para ajudar a Guiné-Bissau na luta contra o Ebola, especialmente através de campanhas de sensibilização.

"A luta contra o vírus Ebola ainda não acabou. Você precisa treinar e preparar os profissionais de saúde para responder a qualquer eventual surto", disse ele.

O ministro da Saúde lembrou que em abril deste ano, a China foi o primeiro país a enviar para materiais de saúde da Guiné-Bissau no valor de 200 mil dólares para a prevenção contra o Ebola.

Ainda em outubro, ela acrescentou, o governo chinês enviado para Bissau outros materiais médicos e equipamentos no valor de um milhão de dólares para a prevenção contra o vírus Ebola.

A missão chinesa composta por três peritos deverá chegar nesta sexta-feira na Guiné-Bissau, onde há uma outra missão médica chinesa.

Mendes disse que a equipe vai treinar especialistas locais sobre o tratamento de doenças endêmicas no país, como diarreia e cólera.

Os especialistas chineses são esperados para permanecer no país por um período de um mês, mas a sua estadia pode ser prorrogado por três meses, se a situação exige.

De acordo com os termos do acordo, o governo chinês vai pagar por todas as despesas dos peritos.



Sem comentários:

Publicar um comentário