COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Apreciar programa do Governo no dia 18

O Parlamento da Guiné-Bissau vai reapreciar o programa do Governo no dia 18 de janeiro, anunciou o presidente em exercício da Assembleia Nacional Popular (ANP), Inácio Correia.


A data acabou por ser alcançada após vários dias de negociações entre as duas principais bancadas, PAIGC e PRS.

O Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), maioritário e no poder, queria que o programa voltasse a ser debatido no dia 18 de janeiro, enquanto o Partido da Renovação Social (PRS), oposição, preferia o dia 12.

Após uma semana de impasse, as duas bancadas concordaram com a data de 18 de janeiro que acabou por ser aprovada por unanimidade pelos deputados presentes na sessão.

Inácio Correia, que preside aos trabalhos do Parlamento devido à ausência do país do presidente do órgão, Cipriano Cassamá, anunciou que o programa do Governo será debatido no dia 18, mas em sessão extraordinária, já que a sessão ordinária foi hoje encerrada.

Caso o programa volte a não ser aprovado pela maioria dos deputados, o executivo cai automaticamente, uma vez que na primeira votação, a 23 de dezembro, diversas abstenções fizeram com que o documento não obtivesse a aprovação parlamentar.

Inácio Correia, que é também deputado pelo PAIGC e primeiro vice-presidente do Parlamento guineense, saudou o clima do entendimento "que acabou por prevalecer" e exortou os deputados a manterem-se na mesma senda.

O dirigente apelou aos deputados a protegerem o Parlamento "para o seu engrandecimento e dignificação junto da sociedade" guineense.
 
 



Sem comentários:

Publicar um comentário