COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Maior controlo para as rádios de cariz religioso na G-Bissau

O presidente do Conselho Nacional de Comunicação Social da Guiné-Bissau, o juiz Ladislau Embassa, pediu hoje ao Parlamento o reforço do controlo do conteúdo emitido pelas rádios de cariz religioso.


Dirigindo-se aos deputados na tradicional apresentação de cumprimentos de Ano Novo, Ladislau Embassa, cuja instituição é tutelada pelo Parlamento, afirmou ser necessário que "os órgãos de comunicação social de cariz religioso sejam regulados de forma particular".

"Apesar da sua natureza religiosa também devem cumprir com aquilo que são os objetivos fundamentais em geral", como acontece com os demais órgãos de comunicação social, defendeu.

Na Guiné-Bissau, as igrejas Católica e Evangélica e elementos da comunidade islâmica possuem estacões de rádios que emitem programação de índole religiosa e em certos casos políticos.

O presidente do Conselho Nacional de Comunicação Social da Guiné-Bissau quer ver a mesma regulação extensiva ao conteúdo informativo difundido na Internet, através dos blogues.

Ladislau Embassa defende esta intervenção "dado impacto que os blogues têm na sociedade" guineense, frisou, notando que nos outros países a regulação da blogosfera já é uma realidade.

O presidente do Conselho Nacional de Comunicação Social da Guiné-Bissau esclareceu, contudo, que a regulação que se pretende não visará enfraquecer a liberdade de informação ou de expressão de ninguém.

Em novembro próximo, Bissau, irá acolher uma conferência internacional juntando os reguladores de países da comunidade lusófona, tendo como pano de fundo "a regulação dos conteúdos editoriais 'online'", disse Ladislau Embassa.




Sem comentários:

Publicar um comentário