COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Os "potugas" sempre metidos....

Inaugurada hoje na Escola de Artes e Ofícios do bairro de Quelelé a rede fotovoltaica - alimentada por painéis solares - financiada pela Cooperação Portuguesa e pela ONG Acção para o Desenvolvimento (AD).


Esta infraestrutura permitirá o fornecimento de energia eléctrica à Escola de Artes e Ofícios que oferece formação profissional a jovens guineenses nas áreas da electrónica, electricidade, informática, educação da infância e, mais recentemente, hotelaria, através da primeira escola guineense neste sector. Os técnicos formados na Escola e que apresentaram o projecto e a forma de funcionamento desta infraestrutura receberam formação especializada no âmbito do Projecto Bambadinca Sta Claro.

Participaram na cerimónia de inauguração o Director da Escola, o Director Executivo da AD, um representante do Ministério do Trabalho e da Função Pública, um representante do Ministério da Educação Nacional, a Coordenadora da Rede de Protecção Social (RA) que é apoiada pela Cooperação Portuguesa e a Coordenadora de Projectos da Embaixada de Portugal.

Nas suas intervenções, todos agradeceram o apoio que tem vindo a ser prestado pela Cooperação Portuguesa à Escola de Artes e Ofícios desde a sua fundação. A Coordenadora de Projetos referiu que a educação constitui uma prioridade da cooperação entre Portugal e a Guiné-Bissau e que o ensino técnico profissional é essencial para promover a inclusão social e combater o desemprego jovem.
 
(in: Cooperação Portuguesa Guiné-Bissau)
 
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário