COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

domingo, 22 de novembro de 2015

PR da G-Bissau exonera Procurador-Geral da República e presidente do Tribunal de Contas

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, exonerou, por decreto, o Procurador-Geral da República (PGR) e o líder do Tribunal de Contas (TC), substituindo-os por novos responsáveis.


Hermenegildo Pereira deixou a chefia do Ministério Público para António Sedja Man e Vasco Biague saiu do Tribunal de Contas dando o lugar a Dionísio Cabi.

O chefe de Estado guineense não explicou os motivos para a destituição dos dois responsáveis judiciais, apenas salientou, nos decretos publicados na sexta-feira, que ouviu o Governo, como manda a Constituição, antes de se decidir pelas mudanças.

Hermenegildo Pereira e Vasco Biague são juristas formados pela Faculdade de Direito de Bissau.

Os novos titulares já ocuparam, entre outros cargos, o de ministro da Administração Interna, em governos do Partido da Renovação Social (PRS), segunda forca política no Parlamento guineense, de que são dirigentes.

António Sedja Man é um magistrado do Ministério Público formado na antiga União Soviética, já foi PGR, Procurador-Geral Adjunto, presidente do Supremo Tribunal de Justiça e secretario-executivo da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

O novo presidente do Tribunal de Contas, Dionísio Cabi, era até aqui conselheiro do chefe de Estado guineense para a área das infraestruturas, tendo sido várias vezes ministro com as pastas do Equipamento Social, da Administração Interna, do Interior e da Justiça.
 
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário