COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Portugal: Transportes Urbanos de Braga criam primeira rede de transportes públicos de S. Tomé e Príncipe

O modelo de gestão de transportes públicos do Município de Braga vai servir de base para a criação de um sistema similar em S. Tomé e Príncipe. A empresa municipal dos Transportes Urbanos de Braga (TUB) está a colaborar com o Governo de S. Tomé na elaboração do projecto da futura rede de transportes colectivos daquele país africano.


Em S. Tomé e Príncipe, a equipa técnica dos TUB procedeu ao levantamento dos principais pólos geradores de mobilidade, nomeadamente escolas, universidades, mercado, aeroporto, porto, serviços de saúde, zonas habitacionais e comerciais, assim como das futuras zonas de expansão industrial e comercial.

A segunda fase do trabalho consistiu no desenho da futura rede de transportes colectivos, com a determinação dos tempos de percurso e velocidades comerciais, do desenho das linhas com definição das frequências, dos horários, do número de veículos e motoristas necessários.

Os técnicos dos TUB preparam-se agora para elaborar o projecto para um Parque de Matérias e Oficinas, para a definição do modelo organizacional e para a realização do estudo de viabilidade económica. Numa fase posterior, a empresa municipal Bracarense irá também acompanhar a operacionalização da rede e realizar acções de formação e treino dos recursos humanos.

Recorde-se que os TUB são a primeira empresa na área dos transportes de passageiros e a primeira empresa municipal a ser certificada pela SGS em IDI – Sistema de Gestão da Investigação, Desenvolvimento e Inovação (NP 4457), sendo ainda considerada um exemplo a seguir por outros Municípios.

A empresa municipal tem em curso um Plano de Reengenharia que, no último ano, já contribuiu para o aumento da disponibilidade da frota e da produtividade, para a redução da sinistralidade, para a implementação de novos métodos de trabalho, para uma maior concentração de conhecimento e melhores condições de trabalho.
 
 

 

Sem comentários:

Publicar um comentário