COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

País vergonhosamente adiado sob os efeitos do clima e da irresponsabilidade politica crónica

Os deputados aprovaram nesta Segunda-feira no parlamento, a discussão e votação do Programa do Governo liderado por Carlos Correia e deixaram para uma sessão extraordinária a apresentação do Orçamento Geral do Estado de 2016.


Num universo de 94 parlamentares presentes esta segunda-feira no hemiciclo guineense, 55 votaram à favor do projecto de ordem do dia que foi elaborado por uma Comissão composta por sete deputados, quatro do PAIGC e três do PRS, mandatados para propor uma nova agenda.


Mesmo assim, o líder da bancada parlamentar do PRS, Certório Biote, disse que o seu partido saiu insatisfeito com os resultados da votação. PRS continua a defender a inclusão do Orçamento Geral do Estado nos debates parlamentares desta sessão que termina em Janeiro do próximo ano.

De recordar que na semana passada os dois principais partidos no Parlamento desentenderam-se quanto à agenda dos trabalhos.

A sessão foi formalmente aberta na segunda-feira passada pelo Presidente guineense e na terça-feira deviam começar os debates, mas os deputados não se entenderam quanto à agenda. O Partido da Renovação Social (PRS), que lidera a oposição, não concorda com o facto de não estarem previstos os debates do Programa de Governo, Plano Anual de Desenvolvimento e Orçamento Geral de Estado (OGE) para 2016.

(radio jovem de Bissau - titulo do editor)

Sem comentários:

Publicar um comentário