COM O TEMPO UMA IMPRENSA CÍNICA, MERCENÁRIA, DEMAGÓGICA E CORRUPTA, FORMARÁ UM PÚBLICO TÃO VIL COMO ELA MESMO

Joseph Pulitzer

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Combate ao tráfico vai avançar no aeroporto de Bissau

O programa internacional Aircop para combate ao tráfico de drogas e outras matérias ilegais vai ser aplicado no aeroporto internacional da Guiné-Bissau.


A formação inicial a partir da qual vão ser seleccionados os futuros membros da unidade arranca hoje em Bissau e conta a com a presença de formadores de autoridades portuguesas, da Organização Mundial das Alfândegas, Interpol e Polícia Judiciária guineense.

O objectivo passa pela criação de uma "célula anti-tráfico" no aeroporto, "com ligações em tempo real" com o resto do mundo "para intercâmbio de informações criminais", acrescentou a mesma fonte do Escritório das Nações Unidas para a Droga e Crime Organizado (UNODC).

Um total de 25 elementos das diferentes forças guineenses vai participar neste primeiro momento de formação que decorre até dia 22 e que deverá incluir acções de treino em contexto de trabalho.

Está prevista a instalação de gabinetes e equipamentos de vigilância e inspeção no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira, em Bissau, com capacidade para estarem ligados em tempo real a bases de dados da Organização Mundial das Alfândegas e Interpol, por exemplo.

A unidade Aircop deverá integrar elementos das diferentes autoridades já presentes no local.

O programa funciona em 24 países de África, América Latina e Caribe e é promovido pelo UNODC, pela Organização Mundial das Alfândegas e pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

O financiamento é atribuído pela Comissão Europeia e o programa conta ainda com o apoio do Canadá com o objectivo geral de combater as redes ilegais de drogas e outros produtos ilícitos.
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário